patrocinadores.png
Cepheid-logo-horizontal.png
Ativo 1.png
logo.png
whatsapp.png

Receba nossas atualizações por Whatsapp! Gratuito, relevante e aplicável.

O Futuro dos Laboratórios de Análises Clínicas


O futuro dos laboratórios foi uma das pautas que vem dominando nossas conversas com gestores e fornecedores das análises clínicas. Vivemos um momento crítico que demanda um ajuste de estratégia capaz de fazer frente à concorrência cada vez mais acirrada, aos planos de saúde que não contemplam reajustes efetivos e a clientes que estão cada vez mais exigentes.

Nossa visão é de que o futuro dos laboratórios de análises clínicas irá acompanhar as tendências do mercado de saúde no mundo. "Menos tratamento, mais prevenção e diagnóstico", como observou Greg Caressi, vice-presidente da consultoria Frost & Sullivan, durante a Summit Saúde Brasil 2016. Ainda assim, cabe apostar nessa abordagem alternativa, com melhor custo/benefício para o paciente e consenso crescente entre a maioria dos especialistas.

Pesquisa realizada pelo jornal acadêmico Population Health Management testou um modelo de atenção personalizada baseado no relacionamento mais estreito médico-paciente, e focado em cuidados preventivos personalizados. Os resultados apareceram em até três anos, diminuindo as despesas com cuidados de saúde e gerenciamento de saúde aprimorado.

Assim, a chave para um sistema bem sucedido seria tirar o foco da doença e colocá-lo na saúde, oferecendo cuidado integrado para o paciente. Nesse processo, o laboratório ganha protagonismo, apoiando de forma continuada o acompanhamento médico regular, e não entrando em cena apenas na eventualidade de um tratamento.

Para uma boa estratégia, é preciso pensar na personalização do atendimento da coleta à entrega do resultado, assim fazendo o paciente perceber a preocupação do laboratório com a sua saúde no longo prazo.


Por outro lado, duas tendências estão gerando um aumento gradual na utilização dos laboratórios e também merecem ser analisadas: o número de exames em cada requisição vem aumentando ao longo dos anos, e novos profissionais estão entendendo a importância dos exames laboratoriais para melhor encaminhamento dos seus clientes.

O aumento do número de exames por paciente acontece na medida em que os prescritores tomam conhecimento da existência de exames cada vez mais acurados e específicos, Existem novas correntes de medicina com visões mais holísticas da saúde, que querem saber como estão as contagens de nutrientes e microelementos para acompanhar o desenvolvimento de restrições alimentares ou como seria a exposição a exercícios de alto impacto, entre outros aspectos.

O mais importante para os laboratórios é abrir um canal de comunicação para ajudar estes prescritores a realizar as correlações dos resultados para um melhor diagnóstico final. Assim, consegue-se uma maior segurança para o encaminhamento do paciente a um tratamento quando necessário.

Por fim, é necessária uma conscientização dos laboratórios que irão participar da nova realidade. O laboratório do futuro terá desafios, como a corrida da tecnologia que busca diagnósticos mais rápidos, baratos e precisos. Manter a competitividade implica diretamente acompanhar essas tendências. No próximo artigo abordaremos soluções para o laboratório estreitar o relacionamento com o paciente. Inscreva-se no nosso site para não perder nenhuma atualização!

#futuro #laboratorio #analisesclinicas #prevenção #tendência #mercado #relacionamentocomocliente

Artigo editado, escrito originalmente em 28 de Junho de 2017, próximo à estreia do Portal Aceleralab. (este ano faremos cinco anos!) Ainda que naquele momento não se pudessem prever as radicais alterações de cenário trazidas pela pandemia de COVID-19, alguns movimentos de laboratórios já eram previstos. A.A.