whatsapp.png

Faça parte da nossa rede de apoio ao empreendedorismo laboratorial e receba notícias em seu e-mail e material bônus em seu Whatsapp. 

Clique e conheça nossos apoiadores:

Logo aceleralab.png
Cepheid-logo-horizontal.png
SBAC.png
logo.png

Plano de Marketing: Está na Hora de Você Fazer Um!




Um plano de marketing para laboratórios de análises clínicas envolve muito mais do que contratar uma pessoa para cuidar das redes sociais: é entender a seriedade do trabalho de posicionamento de marca na área da saúde, pois, sem o investimento necessário, o público não tomará conhecimento dos diferenciais do laboratório.


Quando se monta um plano de marketing, busca-se aumentar a competitividade e fortalecer a imagem do laboratório no mercado. Sem planejar, é bem provável que o gestor faça escolhas sem conexão com a estratégia global do laboratório, ou até mesmo sem o “timing” correto, o que acaba por diminuir a efetividade dos investimentos. Assim, o plano visa traçar uma perspectiva de mercado para definir, implementar e mensurar os objetivos e as metas a serem atingidos.


Tendo em vista a importância do plano de marketing para visibilidade e fortalecimento da marca, na pauta de hoje, trouxemos algumas dicas de quais pontos devem ser considerados na hora de fazê-lo.



Entenda o ambiente em que você está inserido


Observe os recursos que seus concorrentes possuem e compare-os com os seus. Existe espaço no mercado para diversos públicos, e o ideal é que haja uma clara diferenciação entre os laboratórios concorrentes da sua região. Sendo assim, identifique os seus diferenciais competitivos e invista neles, levando em consideração a situação atual do mercado e as tendências futuras.


É preciso também ter consciência dos pontos fracos do seu estabelecimento: é impossível ser a melhor opção para todos os clientes ao mesmo tempo, afinal, raramente pode-se oferecer preços abaixo do mercado, com agilidade, conveniência e qualidade. Seja pela equipe altamente capacitada, pelos equipamentos utilizados ou por um novo serviço ou uma estrutura do laboratório, suas ações devem ser voltadas para divulgar o seu diferencial competitivo no mercado, e, com isso, atrair um maior número de clientes.


Feita essa análise de diferenciais e oportunidades, o plano de marketing estará mais aderente aos objetivos do laboratório de análises clínicas; isto é, de divulgar seu estabelecimento.



Defina o orçamento


O orçamento é um dos pontos mais sensíveis de um plano de marketing. Entre publicitários, brinca-se que o marketing é sempre um dos primeiros a ser cortado em épocas de contingência – uma prática que pode ser um tanto quanto prejudicial para o estabelecimento. Quanto menor o investimento em publicidade, menos o laboratório será visto pela população, e isso fará com que o número de novos pacientes diminua, e que os clientes antigos percam a referência e migrem para a concorrência.


Em tempos mais difíceis, considere estratégias de marketing cujo investimento esteja de acordo com o faturamento. Afinal, ao montar um planejamento, delimitar os recursos é uma forma eficaz de ter um maior controle sobre a situação.



Tenha bons profissionais ao seu redor


Para criar um plano de marketing voltado para laboratórios de análises clínicas, procure um profissional ou uma agência especializada nesse mercado: as chances de realizar uma boa alocação dos investimentos são mais efetivas quando as decisões são suportadas por um especialista no assunto.


Nas ações que contemplem anúncios em redes sociais ou o Google Ads, contrate profissionais que saibam como funcionam as melhores ferramentas e estratégias de publicação, pois há casos em que tais plataformas consomem dinheiro de forma ineficiente, não trazendo o retorno esperado.



Conheça o seu público-alvo


Quem são as pessoas que frequentam o laboratório, e contribuem para a melhoria do faturamento? A resposta para essa pergunta indicará quem deve ser o seu público-alvo. Além disso, ter essa informação em mente pode ser benéfico para estruturar estratégias que comuniquem com o seu público. Para isso, entenda o perfil das pessoas, relacionando quando e como o cliente procura os serviços do laboratório.



Promova estratégias e ações de marketing


As estratégias e ações de marketing devem ser aderentes ao mercado em que você está inserido. De carro e/ou moto equipados com equipamento de som a propagandas na televisão, é preciso analisar o potencial de retorno de cada mídia, e verificar os investimentos necessários para cada ação. Lembre-se de que as estratégias devem ser interessantes para o seu público-alvo, que muitas vezes vive uma realidade diferente da dos gestores do laboratório. Por isso, tente exercitar a empatia para perceber como o público pode reagir.


As estratégias de marketing tendem a parar de funcionar se repetidas à exaustão. Portanto, ações que já funcionaram para o seu laboratório, ou até mesmo que foram realizadas pelos seus concorrentes, podem apresentar resultados inferiores se repetidas. Por isso, o ideal é, sempre que possível, inovar nas estratégias, principalmente quando elas já estão perdendo força.


Diante disso, para ter um plano de marketing eficiente, é importante ter um cronograma que permita o acompanhamento de sua execução, bem como o monitoramento dos resultados alcançados. Somente assim será possível avaliar o sucesso das estratégias e as necessidades de correção de direcionamento.



Meça o retorno das ações de marketing


Para monitorar a efetividade do marketing do laboratório, os objetivos e as metas devem ser definidos de forma realista; isto é, ainda que sejam desafiadores, eles devem ser atingíveis. Assim, regularmente, cada ponto do seu plano de marketing deverá ser monitorado a fim de verificar se a estratégia foi eficaz em relação ao objetivo, seja qual for ele. Algumas métricas, como o número de novos clientes, o número de orçamentos convertidos em venda, e o faturamento, são fortes indicadores para o laboratório.


Nesse momento, é necessário analisar os dados estruturados e entender quais estratégias e táticas deram mais resultados, e que podem ser intensificadas. Da mesma forma, ações que não tiveram um bom desempenho devem ser ajustadas ou eliminadas. É comum utilizar relatórios parciais durante o período compreendido pelo plano estratégico de marketing para revisar as estratégias e acompanhar as tendências de mercado. A flexibilidade, nesses casos, é uma virtude.



Como anda o plano de marketing do seu laboratório? Se você ainda não possui um, aproveite nossas dicas para elaborá-lo e compartilhe conosco essa experiência através Do email contato@aceleralab.com.br