whatsapp.png

Faça parte da nossa rede de apoio ao empreendedorismo laboratorial e receba notícias em seu e-mail e material bônus em seu Whatsapp. 

Clique e conheça nossos apoiadores:

Logo aceleralab.png
Cepheid-logo-horizontal.png
SBAC.png
logo.png

Laboratório Pronto para Combater a Gripe | Recomendação de Leitura CEPHEID



Para promover a atualização dos nossos leitores, nossa patrocinadora Cepheid trouxe hoje uma sugestão de artigo para a leitura. Nele, estão presentes as recomendações da Sociedade Americana de Doenças Infecciosas (IDSA). Confira clicando no título:


Clinical Practice Guidelines by the Infectious Diseases Society of America: 2018 Update on Diagnosis, Treatment, Chemoprophylaxis, and Institutional Outbreak Management of Seasonal Influenza.



Segundo a empresa, é importante salientar:


- os testes moleculares rápidos são recomendados ao invés de testes rápidos imunológicos para melhorar a detecção da infecção do Influenza. (Tabela 6)


- os testes de RT-PCR ou outros testes moleculares são recomendados ao invés de outros testes de influenza em pacientes hospitalizados para melhorar a detecção do vírus influenza.


- os testes rápidos imunológicos não devem ser usados em pacientes hospitalizados, exceto quando testes moleculares mais sensíveis não estiverem disponíveis. O teste de acompanhamento com RT-PCR deve ser realizado para confirmar resultados negativos dos testes rápidos imunológicos.


Saiba mais sobre as diretrizes da IDSA clicando aqui e incorpore-as à sua prática hoje.


Idioma original das diretrizes fornecido abaixo para facilitar a referência:



1. Clinicians should use rapid molecular assays (ie, nucleic acid amplification tests) over rapid influenza diagnostic tests (RIDTs) in outpatients to improve detection of influenza virus infection (A-II) (see Table 6).



2. Clinicians should use reverse-transcription polymerase chain reaction (RT-PCR) or other molecular assays over other influenza tests in hospitalized patients to improve detection of influenza virus infection (A-II) (see Table 6).



3. Clinicians should not use RIDTs in hospitalized patients except when more sensitive molecular assays are not available (A-II), and follow-up testing with RT-PCR or other molecular assays should be performed to confirm negative RIDT results (A-II).



Sobre a Cepheid


A Cepheid quer ajudar você a fornecer uma solução de Diagnóstico Molecular que ajuda a atenuar a preocupação com a gripe. Para isso, possui os testes Xpert® Xpress para Influenza, RSV e Strep A.


Sediada em Sunnyvale, Califórnia, a Cepheid é uma empresa líder em diagnóstico molecular, dedicada à melhoria da saúde, desenvolvendo, fabricando e comercializando sistemas e testes moleculares precisos e fáceis de usar. Ao automatizar procedimentos manuais altamente complexos e demorados, as soluções da empresa oferecem uma maneira melhor para instituições de qualquer tamanho realizarem testes genéticos sofisticados para organismos e doenças genéticas.


Saiba mais sobre os testes Xpert® Xpress clicando aqui.



Clique aqui para obter mais informações sobre o novo teste Xpert Xpress SARS-CoV-2.



Visite o site da Cepheid para ver todo portfólio de testes e sistemas de diagnóstico molecular.