patrocinadores.png
Cepheid-logo-horizontal.png
Ativo 1.png
logo.png
whatsapp.png

Receba nossas atualizações por Whatsapp! Gratuito, relevante e aplicável.

Engajamento baixo nas redes sociais do laboratório: o que pode ser?




De repente você percebe que as redes sociais do laboratório estão apresentando engajamento abaixo do esperado ou do que costumava ser, tanto nos comentários como nas visualizações e curtidas. A preocupação é justificada, pois as redes sociais são um dos principais pontos de contato na jornada do cliente e uma queda nessa interação tanto pode significar uma reconfiguração do próprio mercado como a necessidade urgente de uma reciclagem na forma como você gerencia essas mídias.


Nada de pânico, porém. Existem procedimentos simples para avaliar e sanar o que está acontecendo, restabelecendo o tráfego nessas ferramentas tão importantes. Basta que o gestor fique atento a possíveis ações que possam estar prejudicando a estratégia de engajamento do laboratório, e para isso elaboramos algumas possibilidades - e dicas de solução - que você deve considerar. Confira:


Monitore atualizações nos aplicativos


As redes sociais (Facebook e Instagram) estão constantemente se atualizando para corrigir erros e implementar novas atualizações. E em uma das últimas atualizações, por exemplo, constatou-se uma redução significativa no engajamento orgânico em diversas contas que trabalham com a produção de conteúdo. Nesse caso, não foi um erro do usuário, mas alguma mudança no algoritmo da ferramenta que passa a reduzir o acesso ao conteúdo. O que fazer se isso acontecer? O importante é adquirir o hábito de manter-se bem informado, monitorando as notícias sobre atualizações principalmente quando perceber alguma mudança significativa no tráfego.


Shadowban


Uma das possíveis razões para o seu baixo desempenho numa das principais redes sociais, o Instagram, pode ser o shadowban. Conhecido também como “bloqueio fantasma”, é uma punição pela violação das regras de uso que acontece de forma silenciosa, sem notificação por parte da rede. Suas publicações continuam ativas e visíveis no seu perfil para quem acessá-lo diretamente, inclusive aquelas com conteúdo penalizado, mas serão ocultas do feed e da pesquisa por hashtags.


Como não há notificação, muito tempo pode passar até que você perceba o que está acontecendo. Portanto, fique ligado se observar uma brusca e anormal diminuição das interações nos posts quando comparadas com as métricas anteriores do seu Instagram, e procure testar utilizando outro perfil para buscar hashtags usadas nos seus posts com o feed Explorar. Se o seu conteúdo não aparece nem entre os principais nem entre os mais recentes, você pode realmente estar sofrendo shadowban, e isso pode durar por semanas, até que você se adeque novamente às regras de uso violadas. Como evitar essa situação? Conhecendo as regras de uso.


Uso de bots para inflar artificialmente as visualizações e comentários - detectados pelo Instagram como “interação excessiva” - podem provocar o problema, mas a principal causa de shadowban são falhas na utilização de hashtags. Até a aparentemente inocente #sextou pode causar dificuldades, visto que em sua origem há uma conotação sexual (sex to you) que pode causar restrição em seu uso pela política do Instagram, assim como alusões, ainda que acidentais, a drogas e discursos de ódio. Mas o maior pecado a cometer é o excesso ou repetição excessiva de hashtags, indo além do limite de 30 por publicação ao utilizar também o espaço dos comentários. Assim, vale a pena analisar mais de perto as hashtags utilizadas, promovendo uma rápida pesquisa antes de aplicá-las, e limitar seu uso a no máximo seis por postagem.


Produzir conteúdos para o público certo


Nunca é demais repetir o mantra “conheça seu público”. Se as suas redes sociais têm muitos seguidores mas isso não se reflete em engajamento e interações, o que pode estar acontecendo é que o perfil do laboratório está sendo seguido por contas fakes ou de outros lugares. Além disso, ao usar estratégias como sorteios para adquirir novos seguidores, o gestor pode estar atraindo pessoas que não estão interessadas no conteúdo, apenas no prêmio. E se, no pior cenário, o laboratório ainda tem poucos seguidores, provavelmente você precisa delinear uma estratégia para atrair mais público, e o público certo dentro de sua área de atuação tanto no sentido geográfico como em termos de nicho de mercado.

Publicar com frequência conteúdos que não são relevantes ou, ainda, publicar poucas vezes e de uma maneira que o público-alvo não crie identificação, pode ser ruim. O instagram inclusive penaliza quem publica demais, mas não possui engajamento. Com isso, fica cada vez mais difícil entregar conteúdo para o seu público, se ele não engajar. E para criar essa identificação e aderência, existem alguns pontos a observar:


  • Publique fotos reais. Sempre que a qualidade e a pertinência permitirem, utilize fotos do próprio laboratório, imagens que o público possa relacionar com seu ambiente imediato, e com pessoas reais. Isso passa credibilidade e uma sensação de familiaridade;


  • Descubra quais informações sobre o laboratório são mais apreciadas pelas pessoas. Nesse caso vale a sintonia fina com seu público; quais os temas de maior interesse, são as dicas de saúde, dúvidas gerais sobre os exames, informações sobre os serviços? É nesse que você deve investir.


  • Divulgue temas do momento, desde que alinhados ao seu universo. Assuntos não faltam. Podem ser as últimas descobertas sobre a Covid, os surtos de Dengue, a preocupação em torno da Varíola do Macaco (Monkeypox). Atualize-se no noticiário pinçando os temas relevantes para as postagens.


  • Mostre que você faz parte da comunidade. Relacione o laboratório à vida da cidade, aos eventos regionais e de interesse da população local, como datas comemorativas da fundação de instituições locais importantes ou nascimento de figuras nativas célebres. Datas de grande apelo afetivo como Dia das Mães ou Natal também exigem sua atenção.


  • Invista em tráfego pago para alcançar mais pessoas de interesse. Não é mais possível depender somente do tráfego orgânico por uma infinidade de razões, que vão desde a alta competitividade dos mercados até a demora e instabilidade dos resultados que essa modalidade de interação leva para entregar.


  • Contrate assessoria especializada para gerenciar suas redes. Para entender como melhorar o seu engajamento, você pode contratar uma agência especializada em marketing digital, como o aceleralab.marketing!