whatsapp.png

Faça parte da nossa rede de apoio ao empreendedorismo laboratorial e receba notícias em seu e-mail e material bônus em seu Whatsapp. 

Clique e conheça nossos apoiadores:

Logo aceleralab.png
Cepheid-logo-horizontal.png
SBAC.png
logo.png

Empresários Lançam Campanha de Testagem Rápida para Profissionais de Saúde

Matéria publieditorial



Hospital Ronaldo Gazolla, referência na luta contra o coronavírus no Rio de Janeiro, será primeira unidade de saúde a recebera estrutura de testagem rápida da campanha


No 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, foi lançada a campanha nacional “Unidos contra o Coronavírus”, projeto idealizado pela iniciativa privada para a realização de testagem rápida gratuita nos profissionais de saúde de hospitais públicos para diagnóstico de Covid-19. A primeira ação da campanha tem início às 8:30 horas, no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, em Acari, Zona Norte do Rio de Janeiro, unidade de referência da capital na luta contra o coronavírus.


A campanha que, inicialmente, recebeu o primeiro aporte de R$ 1 milhão, tem a possibilidade de compra de 500 mil testes para a sua continuidade, e espera conseguir novas adesões para aumentar a abrangência das testagens para outros municípios e estados. A ideia dos organizadores é mobilizar o setor privado para arrecadar mais doações com foco na proteção dos profissionais de saúde, complementando as ações desenvolvidas pelos governos federal, estaduais e municipais.


O presidente do Instituto Coalizão Saúde Do Conselho de Administração do Hospital Israelita Albert Einstein e, Dr. Claudio Lottenberg, apoia a campanha e faz um apelo à iniciativa privada para que responda ao chamamento da campanha e proteja o maior ativo da estrutura de saúde do país no enfrentamento à Covid-19-os profissionais de saúde. “Garantir um ambiente de trabalho saudável é fundamental para evitar a contaminação de médicos, enfermeiros e técnicos, e evitar que eles se transformem em agentes transmissores”, afirma Lottenberg.


A estrutura da campanha foi desenhada para atender demandas em diferentes regiões do país, conforme a mobilização e aporte de recursos de novas empresas. As ações de testagem serão realizadas em ambiente similar à estrutura utilizada em campanhas de vacinação, em área externa da unidade de saúde. Os exames serão realizados por equipes de laboratórios de análises clínicas locais cadastrados na campanha, dentro das normas e diretrizes da ANVISA (RDC 302/2005) - registrados no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e que realizem regularmente o Controle de Qualidade Externo.


O resultado do teste rápido é entregue enviado ao paciente em até 20 minutos após a coleta do sangue. A informação é fundamental para definir a permanência do profissional de saúde no atendimento à população, prevenindo a disseminação do coronavírus dentro dos hospitais. Além disso, a consolidação de resultados dos exames poderá ser acessada no PAINEL COVID-19, um painel epidemiológico atualizado em tempo real no site da campanha, auxiliando a tomada de decisão por parte das autoridades públicas de saúde no gerenciamento de crise. Nenhuma informação pessoal será apresentada/divulgada no PAINEL COVID-19.


Nessa primeira fase, a campanha conta com o patrocínio de empresas como Qualicorp, MedLevensohn (distribuidora especializada em produtos para a saúde e bem-estar), e VEUS (desenvolvedora de soluções tecnológicas para a área da saúde), entre outras.


Conversamos com Marcelo Botelho, CEO da VEUS (desenvolvedora de soluções tecnológicas para a área da saúde), idealizador e organizador da Campanha Unidos contra o Coronavírus.


O que te inspirou a idealizar essa campanha?


Garantir que os profissionais de saúde que estão atuando em hospitais públicos, tenham acesso a exames laboratoriais, que informará se está na fase aguda da doença, se teve contato com o vírus ou nunca teve contato com o vírus. Esta informação é fundamental para que este profissional da saúde possa continuar atendendo a população ou então ser afastado, prevenindo a disseminação do coronavírus.


A campanha é extensiva aos micro, pequenos e médios laboratórios de todo o país?


Sim. Para isso é necessário cadastrar o laboratório de análises clínicas, na campanha, permitindo que possa realizar os procedimentos nas unidades de saúde (hospitais por exemplo) de cada região. Serão necessários: registro no CNES, que o laboratório esteja operacional, seja participante de programa de Controle de Qualidade e tenha total conformidade com os requisitos da Vigilância Sanitária local para a operação de uma unidade laboratorial.


Quais são os procedimentos necessários para o cadastro dos laboratórios que quiserem participar?


Os laboratórios interessados devem se cadastrar através do Fale Conosco do site https://unidoscontraocoronavirus.com.br. Quem tiver interesse em participar, pode clicar aqui.