whatsapp.png

Faça parte da nossa rede de apoio ao empreendedorismo laboratorial e receba notícias em seu e-mail e material bônus em seu Whatsapp. 

Clique e conheça nossos apoiadores:

Logo aceleralab.png
Cepheid-logo-horizontal.png
SBAC.png
logo.png

COVID-19: Orientações para os laboratórios + CARTAZ GRATUITO



O COVID-19 afetou severamente a rotina de vários países, especialmente China e Itália. Em relação ao Brasil, os surtos do vírus já estão aparecendo em crescente escala. O dia a dia de muitas pessoas, principalmente das que vivem nas capitais, já apresenta uma série de mudanças, pois os colégios estão sendo fechados, as reuniões de trabalho, canceladas, e as aglomerações e os eventos públicos estão sendo evitados.


Segundo a World Health Organization (WHO), a maioria das pessoas infectadas experimenta uma doença leve e se recupera, porém, para alguns grupos, como crianças e idosos, o vírus se manifesta com mais gravidade.


Diante da atual situação, e sabendo que nosso comprometimento com a produção de conteúdo vai além da gestão laboratorial, preparamos algumas orientações de como os laboratórios podem lidar com a problemática do COVID-19.



Orientações SBAC para procedimento de coleta


A Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC) disponibilizou um posicionamento oficial que reúne informações técnicas e materiais de apoio importantes para atendimento, coleta e acondicionamento de amostras do COVID-19. Para acessar o conteúdo, basta clicar aqui.



Não é momento de descuidar da gestão


Para não negligenciar a gestão econômico-financeira do laboratório neste atípico período de alta demanda, o Portal Aceleralab reuniu aqui contribuições para o gestor laboratorial. Confira:



Instrua os pacientes


Assim que você estiver munido de informações sobre como proceder nos casos de coronavírus, instrua seus pacientes sobre o posicionamento do seu laboratório, ou seja, se irá efetuar ou não o teste, e como deve ser feita essa solicitação. Deixe seus canais de comunicação (telefone, WhatsApp e redes sociais) acessíveis para esclarecimento de dúvidas. Assim, os pacientes com suspeita (ou que estejam convivendo com alguém com suspeita) não precisam se dirigir ao laboratório e colocar a equipe e outras pessoas em risco.



Atente-se ao custo dos exames e à remuneração dos convênios


Por determinação do Ministério da Saúde, os convênios são obrigados a realizar o teste de coronavírus. No entanto, a remuneração proposta por muitos convênios é inferior ao custo global de realização dos exames, visto que, além do custo de processamento da amostra em laboratórios de apoio, existem ainda os custos de coleta in loco, dos EPIs envolvidos para coleta, bem como de um novo teste, caso o paciente tenha a sua suspeita confirmada. Verifique se o laboratório está financeiramente apto para realizar essa análise, pois a cobrança de valores adicionais para o exame pode ser configurada como uma quebra contratual.



Verifique a disponibilidade de reagentes nos apoios antes da coleta


Ao coletar os materiais biológicos, certifique-se de que o laboratório de apoio terá condições de realizar o teste. A amostra não pode ficar armazenada por mais de 48 horas, mas, com a alta demanda de testes, a falta de reagentes pode atrasar o seu processamento, causando retrabalho e favorecendo uma imagem de descaso do laboratório para com os clientes.



Pense no bem-estar da sua equipe e dos seus pacientes


Está com dúvidas sobre que atitude tomar em relação ao coronavírus? Pensar no bem-estar da sua equipe e dos seus pacientes pode lhe dar resposta: tome medidas que não coloquem em risco a vida das pessoas. Para realizar a coleta de coronavírus, prefira se deslocar ao hospital em que está o paciente, ou na residência. Para a recepção do laboratório, distribua álcool gel para facilitar a assepsia das mãos, e faça a limpeza regularmente com produtos recomendados para o combate ao vírus.



Não dissemine informações de origem duvidosa


Diversas notícias circulam pela Internet contendo informações falsas. Como um representante da área da saúde, é seu dever não propagar mensagens sem a comprovação dos órgãos oficiais. Fique atento as afirmações oficiais do Ministério de Saúde, da World Health Organization, bem como de outras fontes que sejam seguras. É a reputação do seu laboratório que está em jogo.


Sabendo que a melhor forma de se prevenir contra o coronavírus é se mantendo informado, disponibilizamos outros links que podem ser úteis:


- A importância de desacelerar a disseminação do vírus: Folha de São Paulo

- Exemplos do que outros países estão fazendo para combater a pandemia: G1 - Globo

- Canal oficial da World Health Organization (em Inglês): WHO



DOWNLOAD GRATUITO

Cartaz para Evitar a Propagação do Coronavírus


Para ajudá-lo a orientar melhor seus pacientes, o Aceleralab junto ao projeto Exames pela Vida* preparou um cartaz com orientações básicas, que está disponível para download preenchendo o formulário abaixo**:



* O Projeto Exames pela Vida é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas, com a realização do Aceleralab. Para saber mais sobre o projeto, que visa valorizar as análises clínicas, visite www.valorizalab.com.br.


** Os inscritos do Aceleralab receberam o link automaticamente por whatsapp. Para se inscrever no Aceleralab News, clique aqui e envie uma mensagem pra gente!