whatsapp.png

Faça parte da nossa rede de apoio ao empreendedorismo laboratorial e receba notícias em seu e-mail e material bônus em seu Whatsapp. 

Clique e conheça nossos apoiadores:

Logo aceleralab.png
Cepheid-logo-horizontal.png
SBAC.png
logo.png

Como Tornar-se o Laboratório Número 1 dos Pacientes


Ser lembrado pelos pacientes que necessitam de exames é um dos grandes desafios dos laboratórios. Principalmente os que se encontram em regiões menores, em que há vários concorrentes, dificultando ainda mais a escolha e preferência do paciente. Ainda que seja um grande desafio, nada como uma boa estratégia de marketing para tornar o seu laboratório, dentre os vários concorrentes, a primeira opção dos clientes, tanto os que já são fidelizados quanto os novos. Sendo assim, na pauta de hoje, daremos dicas de como tornar-se a primeira escolha para aqueles que ainda não conhecem o seu laboratório.

Entenda de onde os pacientes vêm

O primeiro passo para obter sucesso na captação de novos pacientes é descobrir de onde eles costumam vir. Isto é, se pela indicação de um médico, pelo catálogo do convênio, ou por algum anúncio publicitário feito pelo laboratório.

Possuir uma fachada moderna e chamativa também pode ser uma boa estratégia para atrair novos pacientes, mas devem ser mapeados todos os caminhos que trazem novos clientes para o seu laboratório, permitindo ações mais focadas e potencializadas, atingindo assim um maior número de pessoas.

Descubra onde e o que os pacientes procuram

Em geral, os clientes buscam informações e opiniões sobre bens de consumo do cotidiano, tais como um tênis, uma geladeira ou até mesmo um carro novo. Na maioria das vezes, o cliente opta pelo melhor preço no momento da compra, mas, salvo exceções, ele só compra um produto pelo melhor preço se for de um estabelecimento de sua confiança. Isso significa que se um tênis custar R$ 100,00 mais barato em um site clandestino, sem referências ou com uma avaliação negativa, o cliente vai preferir pagar um pouco mais caro a fim de garantir o recebimento de seu produto em melhores condições. Quando o assunto é saúde, tal comportamento não é diferente: o público está cada vez mais exigente e bem-informado sobre o laboratório, seja por meio da internet ou de pessoas do seu convívio. Um laboratório que é tido como a primeira opção dos pacientes está nos motores de busca e tem boas referências com seus atuais clientes.

Deixe suas informações facilmente acessíveis para os pacientes

Não basta estar presente, também é preciso ser relevante. Ter um site bonito que não informa facilmente o número de contato ou o horário de funcionamento do laboratório, por exemplo, não capta novos pacientes. Sendo assim, talvez seja interessante reunir-se com a equipe da recepção para descobrir quais são as informações mais requisitadas pelos clientes, e disponibilizá-las no site, nas redes sociais ou até mesmo na porta do laboratório. Normalmente, as informações esperadas pelo paciente são: telefone para contato, endereço, horário de funcionamento, e-mail e site. Se o seu laboratório for mais organizado do que o da concorrência, você pode ganhar pontos na hora de ser escolhido.

Como estar mais presente e tornar-se relevante para os pacientes

A fim de estar mais próximo dos pacientes e tornar-se mais relevante para seu público, o laboratório pode tomar uma série de medidas. São elas:

1. Ter boas indicações/referências

Como já mencionamos acima, as indicações são consideradas um ponto-chave na hora de escolher um novo laboratório. Quantas vezes você já pediu a indicação de um médico para seus familiares? Ou deixou de frequentar um estabelecimento por conta de um feedback negativo de seu amigo ou colega de trabalho? O laboratório número 1 para os consumidores tem boa reputação e faz de tudo para manter e propagar essas percepções.

2. Possuir um site moderno e responsivo

Na era digital, um laboratório que não tem site está com os dias contados. Para diversos segmentos, ter um site moderno e responsivo é o mínimo que se espera de um estabelecimento de qualidade e focado nas necessidades do consumidor. Muitos laboratórios, principalmente os que estão situados em cidades pequenas ou que possuem uma página no Facebook, pensam que não precisam de um site. Mas a verdade é que isso é um equívoco. Se poucos laboratórios têm site na sua região, um site bonito e relevante pode ajudar a se distinguir da concorrência. Além disso, motores de busca, como é o caso do Google, dão as primeiras posições da pesquisa para empresas que possuem um site bem desenvolvido; e ser o primeiro nos resultados de busca é um grande passo para tornar-se a primeira escolha dos clientes.

3. Estar veiculado em outros resultados de buscas

Além de ter o próprio site, é importante que a marca do laboratório esteja veiculada em outros resultados de busca, tais como: artigos de jornais regionais ou sites de empresas parceiras. Quanto mais a sua marca aparecer para o consumidor sob diferentes perspectivas, mais o cliente perceberá seu envolvimento com o mercado, sendo, portanto, a melhor escolha dele.

4. Fazer uso do WhatsApp

O WhatsApp é o líder do ranking de aplicativos mais usados no mundo, em celulares Android e iPhone (iOS). Atualmente, estima-se que tanto o WhatsApp quanto o Facebook atraem cerca de 200 milhões de usuários por mês. Já faz algum tempo que os consumidores preferem enviar uma mensagem por WhatsApp ao laboratório do que fazer o contato por telefone. Além de ser mais prático para quem procura informações, pode tornar-se um grande diferencial para o laboratório que investe nesse canal de relacionamento e oferece respostas rápidas, efetivas e cordiais.

5. Possuir uma conta no Facebook/Instagram

Em um estudo realizado pela GlobalWebIndex sobre os países que mais utilizam as redes sociais, o Brasil ocupa a segunda posição no ranking, com 225 minutos (quase 4 horas), o que significa um aumento em relação a 2018, quando o tempo médio gasto era de 219 minutos. Se o WhatsApp é o seu canal de relacionamento com o mundo, as redes sociais, como Facebook e Instagram, tornam-se o documento de identificação do seu laboratório na internet. Através deles, usuários interagem com a marca do laboratório, recebendo informações úteis sobre exames e conquistas institucionais, e trocam feedback com outros usuários. O laboratório que não está nas redes sociais não é visto, e quem não é visto não é lembrado na hora de fazer exames.

6. Estar veiculado em mídias locais

Um laboratório que é número 1, além de ser comentado, está sempre em destaque: investir na veiculação da marca do laboratório na região potencializa a sua visibilidade. Anunciar no jornal da cidade, ou adotar uma praça local, pode ser uma forma de passar a mensagem de que você é a melhor escolha.

Tornar-se o laboratório de preferência dos clientes da sua região deve ser uma meta diária para os gestores. Portanto, não deixe de oferecer uma experiência inovadora ao paciente ou de veicular a marca de sua empresa de forma on-line e off-line, aumentando assim a sua visibilidade.

Conte para a gente o que você tem feito para se posicionar como o laboratório número 1 para os seus clientes!

Gostaria de saber como o Aceleralab pode ajudar no marketing do seu laboratório? CIique aqui e saiba das novidades em primeira mão. Estamos abrindo vagas para novos laboratórios!