patrocinadores.png
Cepheid-logo-horizontal.png
Ativo 1.png
logo.png
whatsapp.png

Receba nossas atualizações por Whatsapp! Gratuito, relevante e aplicável.

Aceleratalks: Resgate o foco com a Dra. Marina Campos






Você aproveita bem o seu tempo? Então invista em tempo de qualidade assistindo o novo vídeo do Aceleralab: Alexandre Andrade entrevista Marina Campos, doutora em análises clínicas pela USP, sócia da Sancet Medicina Diagnóstica e palestrante em Gestão de Pessoas. Autora do livro É possível? Cultive a vida em alta performance e dona de carisma e clareza invejáveis, Marina nos falou exatamente sobre como delimitar nossos objetivos na vida e a partir daí administrar o tempo da melhor forma possível, aprendendo a reencontrar o foco e dominar a ansiedade. Confira alguns dos principais tópicos dessa conversa e é claro, não deixe de assistir a entrevista na íntegra acessando AQUI, além de um presente surpresa muito especial que você encontrará durante a leitura.





O que é F.O.M.O.?


O estilo de vida contemporâneo cobra desempenho enquanto oferece opções inesgotáveis de distração por conta da rapidez e instantaneidade da informação. Isso gera o estado de espírito descrito sob o acrônimo F.O.M.O. (Fear of Missing Out), ou “medo de estar perdendo algo”. No caso, uma notícia, um convite, uma interação virtual em geral pouco significativa e que nos aliena de nossas imediatas. Para esses males, a doutora recomenda usar uma fórmula bem simples, uma pequena palavrinha de três letras que muitas vezes hesitamos em pronunciar: a palavra “não”.



O poder do “não”


“Vocês podem não acreditar, mas o celular ainda serve para fazer ligação. Se acontecer alguma coisa séria, alguém vai te ligar!”, brinca Marina, exemplificando o porquê de se aprender a dizer “não” para a infinidade de apelos com os quais somos bombardeados o dia todo. Para ela, é importante resistir à ansiedade por estar sempre presente nos “milhões de grupos que a gente faz parte, milhões de redes sociais com as quais a gente está conectada e que justamente fazem com que se entre nessa doença caracterizada hoje como o medo de ficar fora de alguma coisa”. Mas como recuperar, como diz Marina, “isso que hoje está em extinção e é uma raridade”, o foco?



Mindfulness


Entre as várias alternativas para treinar seu foco estão as técnicas de mindfulness, ou “atenção plena”, um estado da mente que pode ser desenvolvido com treinamento. “E uma das várias formas de desenvolver essa habilidade é através das técnicas de meditação”, ensina a doutora, “embora mindfulness não seja necessariamente meditação. Ela é mais como uma academia onde vamos treinar nossa mente a estar atenta ao momento presente”. Marina explica que meditar não é, como muita gente acredita, “não pensar em nada”, mas ao contrário, é “trazer sua atenção de forma intencional para uma âncora”, que pode ser, por exemplo, a própria respiração. E bastam alguns minutos por dia para conseguir literalmente mudar nosso cérebro. (Que tal experimentar uma mini sessão de meditação orientada pela Dra. Marina Campos? Acessa AQUI o vídeo bônus super interessante que trouxemos de presente para o público da Aceleratalks!)





Neuroplasticidade


Sim, estudos demonstram que é possível mudar a própria anatomia cerebral através de técnicas de mindfulness, exatamente como se faz com os músculos na academia, desenvolvendo as regiões responsáveis pelo foco e reduzindo regiões responsáveis pela ansiedade improdutiva e pensamentos recorrentes que atrapalham a produtividade. “A neurociência vem nos demonstrando que existe uma forma de cultivar o desenvolvimento do cérebro pois ele tem essa capacidade, que se chama neuroplasticidade. Se eu decidir que quero seguir outro caminho e construir novas sinapses, novas conexões neurais e mudar certos comportamentos, eu posso. Não é fácil, mas é totalmente possível”.



Ficou com vontade de saber mais? Então não perde. Serão trinta minutos muito bem aplicados, repletos de informação, sabedoria e cordialidade, introduzindo por exemplo o conceito filosófico do ikigai, um modelo esquemático que auxilia a encontrar sentido em nossas realizações a partir de algumas perguntas essenciais: o que você ama fazer, o que você é bom em fazer, o que é bom para o mundo, o que você pode ser pago para fazer? Se você já tem essas respostas, compartilha conosco! No Aceleralab, nosso foco é crescer com você.