whatsapp.png

Faça parte da nossa rede de apoio ao empreendedorismo laboratorial e receba notícias em seu e-mail e material bônus em seu Whatsapp. 

Clique e conheça nossos apoiadores:

Logo aceleralab.png
Cepheid-logo-horizontal.png
SBAC.png
logo.png

Teste de Influenza pode ser usado para triagem em casos de suspeitas por COVID-19


Texto publieditorial escrito por Cepheid



“De acordo com o CDC existem fatores epidemiológicos que também podem ajudar a orientar as decisões sobre o teste COVID-19. As infecções por COVID-19 podem contribuir para uma avaliação de risco epidemiológico e guiar as decisões de qual teste usar. Os médicos são fortemente encorajados a testar outras causas de doenças respiratórias (por exemplo, influenza)” Fonte: https://emergency.cdc.gov/han/2020/han00429.asp


Importância de um teste Influenza com alto desempenho.


Os vírus da gripe estão continuamente sujeitos a mutações genéticas que podem afetar o desempenho dos testes de diagnóstico molecular, produzindo resultados falsos negativos.1,2


O Xpert Xpress Flu/RSV foi desenvolvido com 27 conjuntos de primer/sonda para 6 alvos exclusivos e independentes, de modo a garantir uma ótima cobertura e prever a variabilidade antigénica (“shift” e “drift”) sazonal.


Uma pergunta bastante importante de fazer é saber quantos alvos tem o teste de Influenza?


Uma cobertura mais ampla para detecção dos vírus da gripe e vírus respiratório sincicial garantem a exatidão.


Estirpes do vírus da gripe A com mutações pontuais dentro do gene M circulam entre a população e podem prejudicar o desempenho dos testes de diagnóstico molecular. Uma mutação pontual na proteína da matriz pode causar um erro nas sondas do teste e, por consequência, um resultado falso negativo.


Métodos moleculares com múltiplos genes com alvos dentro do genoma do vírus da gripe, possibilitam a detecção mais confiável das estirpes que tiveram

variação genética.


Os conjuntos de primer/sonda Xpert Xpress Flu/RSV detectam uma ampla gama de estirpes de vírus da gripe humanos e aviários contemporâneos e com 3 alvos, dando confiança aos profissionais da saúde nos seus resultados e decisões.


1. J. Binnicker et al. Identification of an Influenza A H1N1/2009 Virus with Mutations in the Matrix Gene Causing a Negative Result by a Commercial Molecular Assay. doi:10.1128/JCM.00446-13

2. Overmeire et al. Severe sensitivity loss in an influenza A molecular assay due to antigenic drift variants during the 2014/15 influenza season. Diagnostic Microbiology and Infectious Disease 85 (2016) 42–46


Saiba mais e acesso o folheto deste produto clicando no botão abaixo ou procure por Cepheid na internet. www.Cepheid.com